terça-feira, 21 de maio de 2013

O amor de amar


Se você é livre para viver e amar
Um pouco perco o meu prazer de gostar
Porque o amor tem asas várias de querer
Voa e não se dá a prender, nisso que é amar
Nisso que há de infinito, que quer surpreender
Um acarinhar que é tão bonito, que faz apaixonar

Se você não é livre, teu sentimento é dominar
Em muito se perde a beleza, um jeito para cativar
Porque o amor só pretende amar, voar e bem viver
Sonha, não se dá a vencer, nisso que quer se entregar
Em tudo para acalentar, sem sufocar para permanecer
Vive um gostar que é um grito, um gesto pleno de libertar.

José Augusto Fontes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja sempre bem-vindo! =)