terça-feira, 14 de maio de 2013

Quem dera...


"Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. O último para dizer “obrigada”. O último para dizer “me desculpa”. O último para dizer “eu te amo”. O último para abraçar cada pessoa amada com aquele abraço bom que faz um coração cantar para o outro. 

O último para apreciar a vida com o entusiasmo que não guarda nenhuma delícia nem ternura pra depois. O último para fazer as pazes. Para desfazer enganos. Para saborear com calma, como se me servissem um banquete, a preciosidade genuína que cada único respiro humano representa...

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último. Eu não perderia uma chance para me presentear com os agrados que me nutrem. Eu criaria mais oportunidades para dizer o meu amor. Para expressar a minha admiração. Para destacar para cada pessoa a beleza singular que ela tem. Para compartilhar. 

Eu não adiaria delicadezas. Não pouparia compreensão. Não desperdiçaria energia com perigos imaginários e com uma série de bobagens que só me afastam da vida.

Quem dera eu aprendesse a viver cada dia como se fosse o último, porque pode ser."

____Ana Jácomo


Ps. Se aprendêssemos a viver nossos dias como os últimos nessa terra, nós viveríamos mais, amaríamos de verdade... seríamos mais livres para vivermos sem máscaras. Penso assim e você?

3 comentários:

  1. Criss!! Você voltou a postar!! Fique feliz agora!

    Guria, esse texto da Jacomé é tão real.. se fizéssemos as coisas seriam outras.

    Adorei que voltou. Vê se não abandonar mais o blog rsrs.

    Bjs, Claúdia

    ResponderExcluir
  2. Vou concordar com a Cláudia. Você fazia falta rs.

    Lindo o texto. Bjão

    ResponderExcluir

Seja sempre bem-vindo! =)